Fotos de pôr-do-sol




Fotos de pôr-do-sol são muito comuns, pela sua beleza natural; isso entretanto, faz com que o assunto se torne um cliché, de forma que apenas fotos realmente muito boas se destaquem. Eu mesmo já publiquei uma foto nesse artigo.

Não quero dizer que as minhas fotos que postarei agora mereçam o destaque, sou tão amador quanto qualquer pessoa que lê o artigo, mas gostaria de passar algumas dicas que considero básicas e interessantes.

A primeira dica que considero a principal, é: um céu sem nuvens pode ter sua beleza, mas é nas nuvens que as cores se refletem. Um céu totalmente limpo terá o céu azul acima, e, dependendo das condições climáticas, será mais alaranjado próximo ao horizonte, o que é bonito, mas um céu com algumas ou várias nuvens pode ficar muito mais bonito durante o pôr-do-sol. Uma certa quantidade de nuvens irá refletir a luz do sol vinda de baixo do horizonte, causando efeitos muito bonitos, contrastando com outras áreas de céu claro ou com outras cores. Uma excessão a essa regra seria, logicamente, um céu totalmente encoberto.

A segunda dica: seguindo a regra dos terços, a linha do horizonte, além de ficar mesmo na horizontal, deve ficar mais acima ou abaixo do centro da foto. Isso geralmente é fácil de decidir, pois é comum que uma das duas partes da cena (céu ou terra) tenham um apelo chamativo maior que o outro.

Finalmente, a pós-produção: um recorte na imagem para tirar o que não interessa, ou ajustar a regra dos terços, ajustes na exposição, um aumento de contraste, para deixar o céu mais dramático (efeito especialmente conseguido com boa quantidade de nuvens), e você terá uma bela foto de pôr-do-sol, para se destacar dentre tantas outras.

Abaixo, duas fotos recentes minhas, que gostei bastante:

Nikon D5100, 35mm, f/8, 1/4000, iso 100

Nikon D5100, 35mm, f/8, 1/4000, iso 100

Nikon D5100, 35mm, f/1.8, 1/100, iso 100

Nikon D5100, 35mm, f/1.8, 1/100, iso 100

As duas fotos foram feitas no mesmo dia, com poucos minutos de diferença, mas são bem diferentes, mostrando os efeitos do sol ainda acima do horizonte e após se pôr.

Espero que tenham gostado.
Abraços, Ernani Kern.

Deixe uma resposta